Veja como cai Atualidades nos concursos da carreira policial

Fala, pessoal! Tudo bem?

Você sabe como cai Atualidades nos concursos das carreiras policiais? Neste artigo, a Zero Um disponibiliza algumas questões resolvidas e comentadas pela nossa equipe de professores para você entender como essa disciplina é cobrada. São questões com base nos mais diferentes perfis de bancas organizadoras.

Vamos lá?

Questão 01

(CESPE/2018/MPE/TÉCNICO MINISTERIAL)

atualidades questão

Em um mundo globalizado, nada mais natural que inúmeras equipes de futebol atuem, na Copa do Mundo, com um número considerável de jogadores naturalizados. Contudo, se há alguma seleção que represente a mistura entre povos de origens distintas, essa é a da França. Finalista do Mundial da Rússia de 2018, a seleção francesa é praticamente um apanhado de etnias diferentes, com atletas não só descendentes de etnias, classes e religiões variadas, mas até mesmo nascidos em outros países. Em suma, um retrato fiel da heterogeneidade que marca a própria França.

Fernando Barros. Folha de Pernambuco, 15/7/2018. Internet: <www.folhape.com.br> (com adaptações).

Tendo como referência a imagem e o assunto abordado no texto, julgue o item subsequente.

A mobilidade demográfica ilustrada na figura se justifica pelas mesmas razões do problema migratório que perdura na Síria.

Comentário

A seleção francesa é uma das mais etnicamente diversas da europa. Grande parte de suas estrelas, como Mbappé e Dembelé são provenientes de países ou africanos – geralmente de colonização francesa – ou filhos franceses de migrantes originários destes países (como Costa do Marfim, Argélia, etc…). Os emigrantes destes países buscam a Europa principalmente em busca de melhores condições de vida, embora conflitos regionalizados possam ser apontados, pontualmente, como motivadores. Os migrantes da Síria, por sua vez, o fazem em função da guerra civil que assola o país desde 2011. Logo, os motivos são diversos. Gabarito Errado.

Questão 02

(CONTEMAX/2019/PREFEITURA DE CONCEIÇÃO/AGENTE ADMINISTRATIVO)

O rompimento de uma barragem da Vale no Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), em janeiro de 2019, provocou um rastro de lama que deixou 34 mortos e destruiu casas na região. Quatro anos antes, o rompimento da barragem da Samarco Mineração no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana (MG), em novembro de 2015, provocou 19 mortes, além das perdas econômicas e ambientais. Estes acontecimentos retomaram o debate sobre a privatização da Companhia Vale do Rio Doce. Sobre essa medida (de privatização da Vale do Rio Doce) tomada pelo Governo Federal, assinale a alternativa CORRETA.

  1. a) A privatização da Vale do Rio Doce, no governo de Luiz Inácio Lula da Silva, teve como objetivo atrair o capital produtivo europeu.
  2. b) A privatização da Vale do Rio Doce, no governo Fernando Collor de Mello, teve como objetivo cumprir a agenda neoliberal de enxugar o Estado brasileiro por meio de um programa de privatizações.
  3. c) A privatização da Vale do Rio Doce, no governo de Fernando Henrique Cardoso, teve como principal objetivo atrair o capital produtivo internacional, além do pagamento de parte das dívidas públicas da União.
  4. d) A privatização da Vale do Rio Doce, no governo de Michel Temer, teve como objetivo principal a busca de parcerias de países desenvolvidos para compartilhamento tecnológico utilizado na exploração de recursos naturais.
  5. e) A privatização da Vale do Rio Doce, no governo Itamar Franco, teve como objetivo a oxigenação financeira dos cofres públicos que possibilitou a criação do Plano Real.

Comentário

A privatização da Vale (então Vale do Rio Doce) se deu em 6 de maio de 1997 – portanto, no governo de Fernando Henrique Cardoso. Foi realizada com financiamento subsidiado disponibilizado pelo BNDES, sendo a intenção do governo a atração de capital internacional para a modernização estrutural da então estatal, algo que traria benesses econômicas, como a geração de empregos, melhor balança comercial, maior arrecadação de impostos para o Estado – fatores que movimentam a economia como um todo. A injeção de capital imediato proveniente da compra foi utilizada para o pagamento das contas do governo, que se apresentavam deficitárias. Gabarito C.

Questão 03

(VUNESP/2018/SAAE/AUXILIAR ADMINISTRATIVO)

A cada 24 horas, em oito das maiores economias do mundo aumenta a diferença em US$ 28 mil (R$ 115 mil) – uma bomba-relógio que vai explodir em 2050, quando a cifra total chegar a US$ 400 trilhões, o equivalente a cinco vezes o tamanho da economia global, de acordo com um estudo do Fórum Econômico Mundial (WEF, na sigla em inglês).

(https://bbc.in/2MZvIig. Adaptado)

O trecho discorre sobre um problema de abrangência mundial, também discutido amplamente no Brasil nos últimos tempos, que é

  1. a) a dívida agrária.
  2. b) o déficit previdenciário.
  3. c) a redução de investimentos em transportes.
  4. d) o déficit em exportações.
  5. e) a sucessiva baixa na bolsa.

Comentário

O Déficit previdenciário não é um problema exclusivo do Brasil. Os sistemas previdenciários foram pensados, em sua grande maioria, durante o século XX, mais especificamente a partir da década de 40, durante a geração dos “baby boomers”. Tal contexto era permeado por uma alta taxa de natalidade, o que gerava uma população predominantemente jovem. Logo, o sistema foi pensado para que esta população jovem contribuísse para o sistema previdenciário, que pagaria então os proventos da população não mais economicamente ativa. Ocorre que, com o passar do tempo, a pirâmide etária foi se invertendo, devido a queda das taxas de natalidade e o aumento da expectativa de vida. Hoje, há – proporcionalmente a quando o sistema foi pensado – uma maior proporção de população idosa frente a população economicamente ativa. Esta é uma das grandes razões do déficit previdenciário, objeto de análise da questão. Gabarito B

Questão 04

(CESPE/2018/PM AL/SOLDADO)

Crianças imigrantes que passaram por abrigos depois de serem separadas dos pais na fronteira entre os Estados Unidos da América e o México apresentaram alterações de comportamento, que incluem recusa em seguir regras e apatia. Segundo a Academia Americana de Pediatria, a separação pode causar “traumas irreparáveis” nas crianças.

Folha de S.Paulo, 21/7/2018, capa (com adaptações).

Tendo o fragmento de texto apresentado anteriormente como referência inicial e considerando aspectos sociais marcantes do mundo atual, julgue o item.

A Copa do Mundo da FIFA – Rússia 2018 demonstrou que o futebol também se globalizou, mas não o suficiente para aceitar que atletas de origem familiar estrangeira, como os afrodescendentes, pudessem integrar seleções europeias.

Comentário

Não só as seleções europeias aceitam jogadores estrangeiros, como grande parte de seus astros são jogadores naturalizados provenientes de outros continentes. Gabarito Errado.

Questão 05

(VUNESP/2018/PREFEITURA DE SERRANA/AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE)

Com o apoio do Reino Unido e da França, os Estados Unidos lançaram bombardeios contra a Síria, em 13.04.2018. Essa operação foi uma reação que teve como justificativa

  1. a) o uso de armas químicas protagonizado, segundo denúncias, pelo regime do presidente da Síria, Bashar al-Assad.
  2. b) a prisão de centenas de civis, de várias nacionalidades, na cidade de Duma, pelas forças militares do governo sírio.
  3. c) o atentado realizado por dezenas de homens-bomba nos territórios ocupados pelas forças humanitárias da ONU.
  4. d) o apoio bélico prestado pelo governo sírio de Bashar al-Assad às forças do Estado Islâmico e da Al Qaeda.
  5. e) a instalação de bases militares da Ucrânia em território sírio, no início de 2018, em apoio ao presidente Assad.

Comentário

Os bombardeiros realizados pelos Estados Unidos, França e Reino Unido em 2018 foram motivados por relatórios de inteligência que apontavam que o governo de Bashar al-Assad estaria utilizando armas químicas – em desacordo com convenções internacionais – para combater os rebeldes sírios, assim como desmoralizar a população civil, numa tentativa de desmobilizar sua oposição. Entretanto, tais bombardeios não foram chancelados pelo Conselho de Segurança da ONU. O maior motivo para tal reside na Rússia, que inclusive contesta a legitimidade dos relatórios que motivaram os bombardeiros. Segundo a versão russa, os relatórios teriam sidos forjados, dando um pretexto para os países ocidentais desestabilizarem o governo de al-Assad – que é um aliado estratégico russo na região – possibilitando a grupos pró-ocidentais a escalada ao poder. Gabarito Letra A.

Questão 06

(VUNESP/2019/TJ SP/CONTADOR JUDICIÁRIO)

A respeito das eleições legislativas estadunidenses, realizadas em novembro de 2018, é correto afirmar que

  1. a) surpreendeu negativamente o pequeno número de mulheres participando do processo eleitoral, seja como candidatas ou eleitoras.
  2. b) os republicanos reconquistaram a maioria tanto na Câmara dos Representantes como no Senado.
  3. c) os republicanos elegeram quase todos os governadores dos estados, com exceção dos estados do Novo México, Kansas e Nevada.
  4. d) os democratas conquistaram a maioria da Câmara dos Representantes, e os republicanos mantiveram a maior parte dos assentos no Senado.
  5. e) a pequena participação do eleitorado, a menor dos últimos 30 anos, garantiu a vitória dos candidatos apoiados pelo presidente Trump.

Comentário

As eleições “midterm” (que ocorrem no meio do mandato presidencial) nos Estados Unidos renovam totalmente a Câmara dos Deputados e 1/3 do Senado. Em 2018, verificou-se uma derrota do partido Republicano, ampliando-se a presença de democratas na câmara. Entretanto, tendo em vista que a reforma do Senado é parcial, os republicanos ainda detiveram a maioria nesta casa. Isto explica, em partes, porque os processos de impeachment contra o presidente Trump podem até ser aprovados na Câmara, mas são rejeitados ao chegar no Senado. Gabarito Letra D.

Questão 07

(FUNDATEC/2019/PREFEITURA DE TAPEJARA/PSICOPEDAGOGO)

Leia a seguinte notícia: “Os representantes do grupo conhecido como G4 assinaram em 27/09/18 uma declaração conjunta, na qual reiteram a necessidade de reformulação do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU). A reforma do Conselho de Segurança é essencial para enfrentar os desafios complexos de hoje. Como aspirantes a novos membros permanentes de um conselho reformado, os ministros reiteraram seu compromisso de trabalhar para fortalecer o funcionamento da ONU e da ordem multilateral global, bem como seu apoio às respectivas candidaturas – diz a declaração conjunta”. (Fonte: www.jb.com.br, 27/09/2019). O Conselho de Segurança é o órgão da ONU responsável pela paz e segurança internacionais. Este é o único órgão da ONU que tem poder decisório, isto é, todos os membros das Nações Unidas devem aceitar e cumprir as decisões do Conselho. A ampliação do conselho é uma demanda do Brasil desde o ex-presidente Itamar Franco, passando pelos seus sucessores Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. Atualmente, ele é formado por 15 membros: cinco permanentes, que possuem o direito a veto; e dez membros não permanentes, eleitos pela Assembleia Geral por dois anos. Nesse contexto, assinale a alternativa que NÃO corresponde a um dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

  1. a) Brasil.
  2. b) China.
  3. c) Estados Unidos.
  4. d) França.
  5. e) Rússia.

Comentário

Apesar das constantes tentativas de reforma no Conselho de Segurança, que se intensificaram com a política externa do governo Lula capitaneada pelo Chanceler Celso Amorim, o Brasil não é membro permanente do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas. Tal conselho ainda é composto pelas potências nucleares que definiram a ordem mundial no pós-segunda guerra: Estados Unidos, Rússia (então União Soviética), Reino Unido, França e China. Gabarito Letra A.

Questão 08

(VUNESP/2018/PREFEITURA DE SERTÃOZINHO/ANALISTA DE ORÇAMENTO E PLANEJAMENTO)

A ONU disse, neste domingo (22.10), que o número de refugiados rohingyas já ultrapassa os 600 mil. […] A ONU classificou a situação como uma “emergência humanitária crítica” e afirmou que os refugiados, após esgotarem seus recursos na viagem, dependem de ajuda para comer e sobreviver.

(Agência Brasil – goo.gl/on24ay – acesso em 27.12.2017. Adaptado)

O grupo rohingya

  1. a) vive no Iêmen e se tornou perseguido por não renunciar à religião budista.
  2. b) tem procurado se estabelecer no sul da Europa onde vive em campos de refugiados.
  3. c) é uma minoria muçulmana perseguida que vive em Mianmar, país do sul da Ásia.
  4. d) ocupa parte do Afeganistão, mas tem perdido as terras para os radicais Talibãs.
  5. e) vive ao norte da Índia e constitui minoria tratada como estrangeira em suas próprias terras.

Comentário

Os rohingya são uma etnia majoritariamente muçulmana que vive no sudoeste do Myanmar (ou Burma), na região fronteiriça com Bangladesh. É uma etnia que sofre intensa perseguição tanto em Burma quando em Bangladesh. No Mianmar, a perseguição é imposta por uma população de maioria budista que vive na região. Inclusive, alguns grupos extremistas budistas são responsáveis por violentos ataques à população rohingya, o que vai contra o senso comum e estereótipo que temos, no ocidente, da religião budista. Gabarito Letra C.

Questão 09

(VUNESP/2019/TJ SP/ADMINISTRADOR JUDICIÁRIO)

O médico congolês Denis Mukwege, 63, e a ativista iraquiana Nadia Murad, 25, levaram o Nobel da Paz de 2018, anunciou o comitê do prêmio, em Oslo, nesta sexta-feira [05.10]. 

A importância do trabalho de Mukwege já tinha sido reconhecida, em 2014, pelo Parlamento Europeu, que concedeu a ele o prêmio Sakharov. Em 2016, Nadia foi nomeada Embaixadora da Boa Vontade de um escritório das Nações Unidas.

(Uol, 05.10.2018. Disponível em <https://bit.ly/2E2ru5l>. Acesso em: 11.11.2018. Adaptado)

A concessão desse prêmio foi um reconhecimento

  1. a) pelas campanhas de combate à subnutrição e à mortalidade infantil.
  2. b) pela assistência social a órfãos em regiões assoladas por conflitos étnicos.
  3. c) pela fundação de entidades de ajuda humanitária a refugiados.
  4. d) pela mobilização política em favor da educação feminina em países islâmicos.
  5. e) pelos esforços na luta contra o uso da violência sexual como arma de guerra.

Comentário

O Prêmio Nobel da Paz de 2018 foi motivado pelos esforços de Mukwege e Nadia Murad na luta contra o uso da violência sexual como arma de guerra. Ao passo que Mukwege – um ginecologista congolês – atende mulheres e crianças vítimas de abuso na África, no hospital Panzi (fundado por ele), e condena a inação do governo congolês frente aos estupros de massa, Nadia Murad murad é uma ativista de direitos humanos que foi sequestrada e tornada escrava sexual pelo Isis em 2014, fugindo ainda neste ano e denunciando ao mundo o que presenciou. Gabarito Letra E.

Questão 10

(CESPE/2018/INSTITUTO RIO BRANCO/DIPLOMATA)

As operações de paz sempre tiveram importância no âmbito da atuação da ONU e, a partir do fim da Guerra Fria, seu número cresceu significativamente. O Brasil participou de várias operações de paz da ONU, sendo essa participação coerente com a importância que historicamente a política externa brasileira tem atribuído às instâncias multilaterais, notadamente no campo da paz e da segurança internacionais. A esse respeito, julgue (C ou E) o item seguinte. 

A Missão das Nações Unidas de Estabilização no Haiti (MINUSTAH) encerrou-se em 2017 e sua composição contou com uma notável maioria de países latino-americanos. O Brasil dividiu o comando do componente militar da missão com a Argentina e o Chile.

Comentário

O erro da questão está em afirmar que o Brasil dividiu o comando do componente militar com Argentina e Chile. Não houve tal divisão. O Brasil liderou a missão do início (2004) ao fim (2017). Gabarito Errado.