Como ser policial civil feminina? Veja como ingressar na carreira

Quem disse que Polícia não é lugar de mulher? Engana-se quem acha que elas são o sexo frágil. Prova disso é o aumento na participação das mulheres em concursos das carreiras policiais. Para desmistificar a ideia de que “a atividade policial é tipicamente masculina”, escrevemos esse artigo sobre como ser policial civil feminina.

Afinal, como ser policial civil feminina?

Essa é uma pergunta simples de responder, mas o processo não é assim tão fácil, nem impossível. Certamente você já deve ter visto a presença feminina nas polícias e tirou isso como inspiração para também querer seguir o mesmo caminho.

Para se tornar uma policial civil feminina você precisa se inscrever e ser  aprovada em todas as etapas de um Concurso Público. Esse dispositivo é utilizado por órgãos públicos para contratar e nomear novos servidores. Nesse caso em específico, falamos sobre as Policiais Civis.

O lado bom é que estados e o Distrito Federal realizam rotineiramente seleções para recompor os contingentes de policiais nas ruas e nas delegacias. Em muitos estados, o déficit de servidores é preocupante. Isso obriga os governos a publicarem editais com intervalos mais curtos.

Quais são as etapas dos concursos da Polícia Civil?

Normalmente, os editais dos concursos elencam as etapas as quais as candidatas serão submetidas. E isso pode variar de estado para estado. As etapas são as mesmas para ambos os sexos e todos os candidatos, independente do sexo, passam pela mesma sequência de testes.

Em geral, as etapas dos concursos da Polícia Civil correspondem à Prova Objetiva, Prova Discursiva, Prova Prática (para a carreira de Escrivão), Exame de Aptidão Física, Avaliação Psicológica, Investigação Social e Curso de Formação.

O que precisa para ser policial civil feminina?

As exigências para o cargo também podem variar entre as unidades federativas. Alguns estão elencados na Lei 8.112, que dispõe o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais.

Para ser uma policial civil feminina você precisará cumprir os seguintes requisitos:

  • Ser aprovado no concurso público;
  • Ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo Estatuto de Igualdade entre Brasileiros e Portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, nos termos do § 1º do art. 12 da Constituição Federal;
  • Ter formação em Nível Médio ou Superior (a depender do estado);
  • Estar em gozo dos direitos políticos;
  • Estar quite com as obrigações eleitorais;
  • Ter idade mínima de 18 anos completos na data da posse;
  • Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo;
  • Possuir Carteira Nacional de Habilitação, categoria “B” ou superior em plena validade;
  • Possuir os requisitos psicológicos compatíveis com as atribuições do cargo;
  • Ter conduta irrepreensível e idoneidade moral inatacável, as quais serão apuradas por meio de sindicância de vida pregressa e investigação social;
  • Não estar cumprindo ou não ter cumprido sanção criminal;
  • Não estar cumprindo ou não ter cumprido sanção administrativa ou por improbidade, aplicada pelo Poder Judiciário ou pela Administração Pública Federal, Distrital, Estadual ou Municipal.

Qual a altura mínima para ser policial civil feminina?

Normalmente, os editais de concursos exigem que as candidatas do sexo feminino tenham altura mínima de 1m55cm. Em outros casos, o edital não regula este critério. Dessa forma, é importante você observar o edital do concurso do estado que você vai prestar. 

Como é o TAF da Polícia Civil para mulheres?

Para falar sobre o Teste de Aptidão Física, nós vamos tomar como base o concurso da Polícia Civil do Distrito Federal, mas cabe ressaltar que os testes variam de acordo com o estado.

A prova de capacidade física é o conjunto de avaliações físicas realizadas pelos candidatos em todo concurso da área policial. Com deficiência ou não, ninguém é dispensado do teste.

O TAF tem como principal objetivo avaliar a capacidade do candidato para suportar as exigências da atividade física a que a candidata será submetida ao durante o Curso de Formação e no desempenho de atividades do dia a dia da profissão.

Normalmente, os testes aplicados são os seguintes:

  • Teste de Barra Estático
  • Teste de Abdominal
  • Teste Meio-Sugado
  • Teste de Shuttle Run (Ir e Vir)
  • Teste de Corrida de 12 minutos

Na PCDF, concurso que tomamos aqui para ilustrar, cada teste físico teve índice de 0 a 100 pontos. Para ser aprovada, a candidata deve atingir um aproveitamento mínimo de 50%.

Além disso, a candidata precisa ter 60% de aproveitamento no somatório total das notas de todos os testes da prova de capacidade física.

Os resultados obtidos pelas candidatas são comparados a uma tabela correspondendo o aproveitamento com a pontuação.

O Curso de Formação

A última etapa dos concursos da área policial é composta pelo Curso de Formação Profissional. De caráter eliminatório e classificatório, normalmente composto por 368 horas presenciais, em tempo integral.

No Curso, os candidatos desenvolvem atividades que poderão ser desenvolvidas nos turnos diurno e noturno, podendo se estender, inclusive, aos sábados, domingos e feriados. É importante ressaltar que o CFP é eliminatório e pode excluir a candidata.

Começar a estudar agora!

A Zero Um Concursos possui cursos direcionados para sua aprovação, com professores altamente qualificados. Clique no botão abaixo e inicie agora mesmo sua preparação para ingresso na área policial. Aqui você tem a certeza do melhor negócio e garantia da aprovação para essa grande oportunidade.

Outras notícias!