Concurso do Senado Federal inicia escolha da banca!

O concurso do Senado Federal está cada vez mais próximo. O Diário Oficial da União publicou nesta segunda-feira (18) o chamamento público para que as bancas interessadas em organizar a seleção envie suas propostas em até oito dias.

Após o prazo, a comissão organizadora irá escolher a melhor e anunciar a vencedora, posteriormente com a assinatura do contrato e a publicação do edital.

No final de 2019 o Senado realizou uma audiência pública com diferentes bancas organizadoras para agrupar dados técnicos e compor o projeto básico do concurso. Estiveram presentes e demostraram interesse em organizar o certame as seguintes instituições: Cebraspe/Cespe; Fundação Getúlio Vargas; Fundação Cesgranrio; Instituto AOCP; Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC); Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan); Instituto Americano de Desenvolvimento; Instituto Acess e Instituto Acesso Público.

Comissão organizadora aguarda fim da pandemia para lançar edital

A Comissão Examinadora do Senado Federal aguarda apenas o fim da pandemia do coronavírus (COVID-19) para publicar o edital do próximo concurso da casa legislativa. Em comunicado enviado nesta quarta-feira (25), a comissão confirmou que os trabalhos para a conclusão do projeto básico não foram interrompidos, aguardando apenas a normalização no funcionamento dos diversos setores e atividades econômicas do país para seu lançamento.

“aguardamos o pleno restabelecimento da normalidade do País para só então lançar o edital de abertura, a exemplo de tantos outros concursos que se encontram suspensos ou com cronograma indefinido”, disse a nota enviada pela assessoria do Senado.  

Comunicado enviado à Zero Um Concurso sobre a pandemia do coronavírus (COVID-19)

Sobre o Concurso:
Um dos destaque do concurso do  Senado Federal  é o cargo de policial legislativo. O grande atrativo desta vaga é o salário de mais de  R$ 20 mil para um cargo em nível médio, e, por ser uma seleção nacional, deve atrair muitos interessados.

Porém, algumas dúvidas surgem, como: o que faz um policial legislativo? Quais requisitos e perfil para concorrer ao cargo? Como será a seleção? Por isso, resolvemos listar as principais informações sobre a profissão para que os interessados em disputar uma vaga possam conhecer melhor a carreira, suas funções, além do conteúdo das provas e dados do último concurso realizado.

Atribuições

 O policial legislativo realizará o policiamento de todas as dependências do Senado Federal, assim como a fiscalização da entrada e saída de pessoas, assistência às autoridades na realização de inquéritos ou investigações policiais, e outras tarefas correlatas.

Assim como qualquer policial, este profissional tem como objetivo garantir a segurança e integridade física de pessoas e do patrimônio na área de jurisdição do policiamento do Senado Federal. Os policiais legislativos têm porte de arma e o armamento utilizado é uma pistola glock .40.

Além disso, ainda existe a possibilidade de trabalhar na área administrativa no Departamento de Polícia Legislativa (Depol). Também é possível ingressar em outras áreas, como inteligência, por exemplo.

Remuneração

 Realmente a remuneração é bem atrativa, e o valor de R$ 19.427,79 já inclui as gratificações e R$ 982,28 de auxílio-alimentação. Mas, além disso, os policiais ainda têm direito a R$ 147,83 de auxílio-transporte, R$ 676 de assistência médica e odontológica, R$ 831,95 de assistência pré-escolar, R$ 94,93 de exames periódicos, além de capacitações. A jornada normal de trabalho é de 40 horas. No entanto, em casos de viagens a serviço, é possível ganhar hora extra e diárias.

Requisitos

Além do nível médio completo, é necessário possuir Carteira Nacional de Habilitação, no mínimo, na categoria “B”, não sendo necessário altura mínima ou idade máxima, como acontece em outras seleções de policiais.

O cargo também não possui restrições enquanto ao uso de barba e/ou tatuagens. O cargo exige um perfil psicológico e entre as características é necessário ter controle emocional, domínio psicomotor, resistência a frustração, maturidade, iniciativa e fluência verbal.

O candidato também precisa ter boa memória, responsabilidade, dinâmico, ser flexível e adaptável, além de não possuir fobias, ansiedade e impulsividade. Para quem deseja ingressar na carreira, é necessário ser aprovado em concurso público.

Último concurso Senado

O último concurso do Senado foi realizado em 2012 e ofertou 25 vagas para o cargo de Policial Legislativo Federal. A remuneração inicial era de R$ 13.833 e o requisito era nível médio. A seleção teve cinco etapas:

  • Provas objetivas e discursivas;
  • Teste de aptidão física;
  • Avaliação psicológica;
  • Investigação social documental;
  • Curso de formação.

A primeira etapa foi aplicada em todas as capitais do país e as provas objetivas foram compostas por 70 questões, dividas entre Língua Portuguesa (vinte questões), Conhecimentos Gerais (dez), Noções de Informática (dez) e Conhecimentos Específicos (trinta).

As provas discursivas contaram com uma redação e uma pergunta de tema específico. Os aprovados passaram pelo teste físico para comprovação de capacidade física, e, além da avaliação médica, fizeram os seguintes testes: flexão de braços, abdominal, barra e corrida.

Todas as etapas foram eliminatórias, portanto só fez a próxima quem passou na anterior. Na terceira etapa, os candidatos fazem uma avaliação psicológica para comprovar se estavam no perfil exigido para o cargo.

Na penúltima etapa foi verificado a conduta irrepreensível e a idoneidade moral do candidato. Os aprovados em todas as etapas passaram por um curso de formação de 80 horas, realizado em Brasília.

Audiência pública para definição da banca

No dia 05 de dezembro, foi realizada uma audiência pública destinada à coleta de subsídios técnicos para a elaboração do projeto básico referente à contratação da organizadora do certame. Nove empresas apresentaram propostas para os pontos exigidos. 

O edital do concurso Senado deve ser publicado no primeiro semestre de 2020. A previsão foi passada pelo presidente da comissão organizadora, Roberci Ribeiro de Araújo, durante o evento realizado. A Casa disse ter expectativa de atrair, pelo menos, 100 mil interessados na seleção.

Questionado se as etapas seriam realizadas a partir de julho do próximo ano (no segundo semestre), o presente da comissão disse que “antes disso pretende encerrar o concurso”, mostrando que as provas também devem acontecer no primeiro semestre de 2020.

O Senado informou que, para elaborar o projeto básico do concurso, a comissão já iniciou os trabalhos de pesquisa, com a análise dos editais mais recentes realizados pelo órgão. Os membros ainda coletam dados de processos seletivos de outras e entidades da Administração Pública.

Os temas debatidos na audiência foram segurança durante aplicação das provas, questões de logísticas, elaboração, diagramação, acesso ao local das provas, seleção e monitoramento de profissionais, sistema de detecção de fraudes, cruzamento de dados e uso de algoritmo.

Estiveram presentes na audiência:

  1. Fundação Getúlio Vargas – FGV
  2. Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos – CEBRASPE
  3. Fundação Cesgranrio
  4. Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional – IDECAN
  5. Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação – IBFC
  6. Instituto AOCP
  7. Insituto Americano de Desenvolvimento – IADES
  8. Instituto Accesso.
  9. IAP

Detalhes do concurso Senado Federal:

  • Concurso: Senado Federal
  • Cargos: Policial; Advogado; Analista
  • Escolaridade: Nível médio e superior
  • Remuneração: Até R$ 35 mil (final da carreira)
  • SituaçãoAUTORIZADO
  • Último concurso: 2012
  • Resultado final (homologação): junho 2012
  • Prazo de validade: 1 ano
  • Vencimento da seleção: prorrogado por um ano 
  • Última organizadora: FGV
  • Link do último edital

A Zero Um Concursos possui cursos direcionados para sua aprovação, com professores altamente qualificados. Clique no botão abaixo e inicie agora mesmo sua preparação para ingresso na área policial. Aqui você tem a certeza do melhor negócio e garantia da aprovação para essa grande oportunidade.

DETALHES DO CONCURSO

Instituição:
Senado Federal
Banca organizadora: a definir
Cargo: Técnico Legislativo (Policial Legislativo)
Escolaridade: Nível Médio
Vagas: a definir
Carreira: Legislativa
Lotação: Brasília/DF
Remuneração: inicial até R$ 18.591,18
Teste de Aptidão Física: Sim
Redação Discursiva: Sim
Prova de títulos: Não
Período de inscrições: a definir
Valor das inscrições: a definir
Data da prova: a definir
Situação: Comissão Formada