Concurso Polícia Civil PE: gestão prevê editais para suprir déficit

Você que é nordestino, ou não, e sonha com a carreira de Policial Civil do estado do Pernambuco, fique ligado pois pode ter concurso pintando na área em breve. A autorização de um novo concurso público para a Polícia Civil de Pernambuco, PE, depende apenas no aval do governador do estado.

Inclusive, a realização anual de novos concursos já foi considerada pelo governador Paulo Câmara em entrevista concedida recentemente à imprensa do estado. Segundo ele, a ideia é que o governo realize concursos para repor o quadro pessoa das polícias todos os anos, mas com um número menor de vagas.

Dessa forma, para te deixar informado sobre todos os detalhes do próximo concurso Polícia Civil PE, criamos este artigo. Considere-o como um guia informativo que te dará todas as informações de como aconteceu o último concurso e como pode vir o próximo edital. Sem falar, é claro, nas informações mais atualizadas e apuradas junto às fontes.

Outras notícias!

Fique ligado nas últimas notícias publicadas pela equipe de jornalismo da Zero Um Concursos.

 Concurso Polícia Civil PE – o que há de novo?

A informação mais recente que temos é que a realização do concurso Polícia Civil PE depende do aval do governador Paulo Câmara. Realizado em 2016, a corporação conta com certame em validade cuja homologação ocorreu no início de 2018. O prazo de validade foi de dois anos, podendo ser prorrogado por mais dois.

Dessa forma, a previsão é que o último concurso vença ainda em 2020, precisando, então, de um novo edital para que novas contratações sejam feitas. Porém, isso não impede que um novo certame aconteça para oferta de outros cargos que não foram oferecidos.

Ou mesmo para cargos que foram ofertados no último edital, mas que o número de aprovados não preencha a necessidade de pessoal constatada pelo órgão. Tudo isso dependeria, é claro, de uma avaliação técnica feita por uma Comissão Organizadora, formada por membros da polícia, que ainda não foi instituída.

concurso policia civil pe - governo discute concurso

Concurso Polícia Civil PE – cargos e requisitos

Os cargos ofertados no edital do último concurso Polícia Civil PE foram:

  • Agente
  • Delegado
  • Escrivão

A quem sonha com o cargo de Agente de Polícia e Escrivão de Polícia de Pernambuco precisa ter concluído curso de Nível Superior em qualquer área de formação. É necessário, ainda, que o candidato tenha Carteira Nacional de Habilitação, no mínimo, categoria B.

Já para ingressar ao cargo de Delegado de Polícia, é necessário que o candidato tenha formação em Nível Superior no curso de Direito; CNH no mínimo, categoria B.

Além disso, o candidato ao cargo de delegado precisa ter três anos de prática jurídica (na forma definida no art. 59 da Resolução nº 75, de 12 de maio de 2009, do Conselho Nacional de Justiça) ou atividade policial (nos termos do art. 144 da Constituição Federal), comprovada no ato da posse, por intermédio de documentos e certidões.

Concurso Polícia Civil PE – remuneração e jornada

Conforme o último edital, a remuneração dos cargos girava em torno de R$ 3.276,42 para o cargo de Escrivão e Agente; e R$ 9.069,81 para o cargo de Delegado. O valor não inclui os benefícios da carreira. Todos os candidatos aprovados são contratados sob o regime estatutário e têm jornada de trabalho de 8 horas diárias ou 40 horas semanais.

Ficam ressalvadas as jornadas especiais, em regime de plantão, que observam a proporcionalidade limite de 1/3 – uma hora de trabalho, para três de descanso, na forma disposta em regulamento, a critério da administração, tendo em vista a natureza dos serviços a serem executados, na forma do art. 19 da Lei Complementar Estadual nº 155, de 2010.

Os candidatos aprovados são lotados em cidades do estado de Pernambuco, sob critério exclusivo da Administração Pública. Eles levam em conta a localidade de maior necessidade e conveniência da Polícia Civil. As nomeações respeitam, ainda, a ordem de classificação final do candidato no concurso.

O candidato nomeado, com deficiência ou não, permanece no local de lotação inicial pelo período mínimo de 36 meses. Depois, ele pode ser transferido por interesse da administração, no âmbito da Diretoria na qual se encontra lotado, por ato fundamentado em que sejam consideradas as variações dos índices de criminalidade e de efetivo policial.

Concurso Polícia Civil PE – etapas do concurso

Os candidatos inscritos no concurso da Polícia Civil de Pernambuco, PE, são submetidos às seguintes etapas:

  • Prova Objetiva
  • Prova Discursiva
  • Prova Prática
  • Prova de Capacidade Física
  • Avaliação Psicológica
  • Exame Médico
  • Investigação Social
  • Curso de Formação

Como é a prova objetiva do Concurso PC PE?

De acordo com o último edital, as provas do concurso da Polícia Civil de Pernambuco são compostas de 60 questões objetivas para os cargos de Agente e Escrivão; e 100 questões objetivas para o cargo de Delegado. Cada questão é composta de cinco alternativas em que apenas uma é a correta.

Os candidatos tiveram 5 horas para responder às questões. Em cada questão respondida da forma correta o candidato recebeu 1,0 ponto. Já quem respondeu em discordância do gabarito oficial recebeu nota negativa de 0,25. Questões com gabarito em branco foi atribuída a nota 0,0.

O cálculo da nota na prova objetiva, comum às provas de todos os candidatos, é igual à soma das notas obtidas em todas as questões que a compõem. Foi aprovado o candidato aos cargos de Agente e Escrivão que:

  • obtiveram nota inferior a 4,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos GeraisP1;
  • obtiveram nota inferior a 12,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Específicos P2;
  • obtiveram nota inferior a 18,00 pontos no conjunto das provas objetivas.

Será reprovado na prova objetiva e eliminado do concurso público o candidato ao cargo de Delegado de Polícia que obtiver nota inferior a 30,00 pontos.

Como é a prova discursiva do Concurso Polícia Civil PE?

Todos os candidatos respondem a uma prova discursiva. No último concurso, os candidatos aos cargos de Agente e Escrivão responderam às duas provas no período da Manhã. Enquanto os candidatos ao cargo de Delegado responderam à prova objetiva pela manhã e a prova discursiva no período da tarde, essa última com tempo máximo de 3 horas.

A prova discursiva dos cargos de Agente e Escrivão foi composta de uma redação dissertativa de um tema escolhido pela banca organizadora, que na ocasião foi o Cespe/Cebraspe. O candidato teve que redigir um texto dissertativo, de até 30 linhas, acerca de tema da atualidade.

Já para o cargo de Delegado de Polícia, a prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, teve pontuação máxima de 50,00 pontos e consistiu de duas partes:

  • duas questões dissertativas, de até 10 linhas cada, no valor de 10,00 pontos cada, e
  • uma peça de natureza cautelar, de até 60 linhas, no valor de 30,00 pontos.

Prova Prática de Digitação

Para a prova prática de digitação, são convocados todos os candidatos ao cargo de Escrivão de Polícia aprovados nas provas objetiva e discursiva, respeitados os empates na última posição. A prova prática de digitação é de caráter eliminatório, sendo automaticamente eliminado do certame o candidato que não comparecer à referida prova.

A prova prática tem o valor de 5,00 pontos e consiste na digitação de um texto predefinido de aproximadamente dois mil caracteres, em computador compatível com IBM/PC. O candidato deverá estar apto a digitar em qualquer tipo de teclado.

O TAF do Concurso Polícia Civil PE

Como vocês já devem saber, todos os concursos da área policial possuem um Teste de Aptidão Física. A prova, de caráter eliminatório, visa avaliar a capacidade do candidato para desempenhar as tarefas típicas do cargo.

Compõem a prova de capacidade física testes físicos que serão realizados na seguinte ordem:

  • flexão de braço na barra fixa (sexo masculino) ou estático de barra (sexo feminino);
  • impulsão horizontal;
  • natação;
  • corrida de 12 minutos.

No teste da Flexão de Braço na Barra os critérios de avaliação diferem entre candidatos do sexo masculino e feminino. Para ser aprovado, os candidatos do sexo masculino devem realizar, no mínimo, três repetições do movimento.

Já às candidatas é aplicada a execução do teste estático de barra. Para ser aprovada, é necessário que elas se mantenham suspensas e cumprir, o tempo mínimo de 15 segundos na posição correta do exercício.

Quando ao teste de Impulsão Horizontal, é eliminado do concurso a candidata do sexo feminino que não atingir a distância mínima de 1,35 metro; e o candidato do sexo masculino que não atingir a distância mínima de 1,70 metro.

Em relação ao exercício de Natação, o teste é feito em uma piscina de 25 metros. Para ser aprovado, as candidatas devem atingir uma distância mínima de 50 metros em, no máximo, 1 minuto e 30 segundos; e 50 metros em, no máximo, 1 minuto e 15 segundos para candidatos do sexo masculino.

Para os exercícios anteriores, é concedida uma segunda tentativa aos candidatos que não obtiverem o desempenho mínimo na primeira. Para isso, o candidato terá, apenas, 5 minutos de intervalo entre a realização de uma tentativa em outra.

Por fim, no teste de Corrida, o candidato terá apenas uma chance para percorrer uma distância mínima dentro do tempo máximo estabelecido de 12 minutos. Para ser aprovado, o candidato do sexo masculino teve que percorrer distância mínima de 2.400 metros; e a candidata do sexo feminino a distância mínima de 2.000metros.

Concurso Polícia Civil PE – Avaliação Psicológica

Para cada cargo, serão avaliados os seguintes requisitos psicológicos:

  1. a) Agente de Polícia: trabalho em equipe, controle emocional, responsabilidade, persistência, autoconfiança, atenção concentrada, disciplina, atenção dividida, relacionamento interpessoal, meticulosidade, memória visual, planejamento, inteligência, dinamismo, organização, iniciativa, raciocínio espacial, raciocínio verbal;
  2. b) Delegado de Polícia: responsabilidade, controle emocional, trabalho em equipe, inteligência, tomada de decisão, iniciativa, relacionamento interpessoal, atenção dividida, planejamento, persistência, meticulosidade, dinamismo, raciocínio espacial, memória visual, atenção concentrada, organização, raciocínio abstrato, raciocínio verbal;
  3. c) Escrivão de Polícia: responsabilidade, organização, controle emocional, trabalho em equipe, meticulosidade, atenção concentrada, inteligência, relacionamento interpessoal, memória visual, autoconfiança, disciplina, planejamento, atenção dividida, dinamismo, iniciativa, raciocínio verbal, empatia.

Curso de Formação da PC PE

São convocados para o Curso de Formação, de caráter eliminatório e classificatório, os candidatos considerados aprovados e classificados, dentro do número de vagas ofertadas, na primeira etapa do concurso. Os candidatos que não são convocados para o Curso de Formação, durante o prazo de validade do concurso, ficam automaticamente eliminados do certame.

O Curso de Formação, de caráter classificatório e eliminatório, é realizado pela Secretaria de

Defesa Social do Estado de Pernambuco. Ele é feito por meio do Campus de Ensino Recife, da Academia Integrada de Defesa Social e é regido pelas normas inerentes à categoria funcional, por este edital e pelo edital de convocação para a matrícula.

O Curso de Formação verificará do candidato o preenchimento dos seguintes requisitos:

  • conduta ilibada, na vida pública e privada;
  • aptidão;
  • disciplina;
  • assiduidade;
  • dedicação;
  • eficiência;
  • responsabilidade;
  • obtenção de média 60,00 pontos em cada matéria ministrada; média global 60,00 pontos, conforme dispuser o seu regulamento interno; e com, no mínimo, 75% de frequência às aulas.

A nota final no concurso será a média ponderada da nota final da primeira etapa (peso 1) e da nota final do Curso de Formação (peso 2).

Último concurso Polícia Civil PE

O último concurso Polícia Civil PE, realizado em 2016, contou com uma oferta de 650 vagas, sendo 100 para a carreira de delegado, 500 para agentes de polícia e 50 para escrivão.

Para todas as carreiras foi necessário possuir formação de nível superior em qualquer área, além de registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para o cargo de delegado.

As remunerações iniciais foram de R$ 3.522,82 para agente e escrivão e R$ 12.229,81 para delegado. A banca organizadora, na ocasião, foi o Cebraspe.

Detalhes concurso Polícia Civil PE

  • Concurso: Polícia Civil de Pernambuco
  • Banca organizadora: a definir
  • Cargos: diversos
  • Escolaridade: nível superior
  • Número de vagas: a definir
  • Remuneração: até R$ 12 mil
  • Situação: PREVISTO
  • Previsão p/ publicação do edital: 2020
  • Edital PC PE

DETALHES SOBRE O CONCURSO

Instituição: Polícia Civil de PE
Banca organizadora: a definir
Cargos: diversos
Escolaridade: Nível Superior
Nº de vagas: a definir
Remuneração: até R$ 12 mil
Situação: PREVISTO
Previsão edital: 2020
CURSOS PC PE

Edital anterior
Edital PC PE