Concurso Polícia Federal AUTORIZADO com 2.000 vagas!

Um dos concursos da carreira policial mais promissor do país está oficialmente AUTORIZADO! O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou a autorização para o concurso Polícia Federal com 2.000 vagas para os cargos de Delegado, Agente, Escrivão e Papiloscopista.

Resumo da notícia

  • Presidente Jair Bolsonaro autoriza realização do concurso da PF
  • Diretor-Geral da PF diz que edital pode sair ainda em 2020;
  • Presidente Jair Bolsonaro reafirma número de vagas para a Polícia Federal;
  • Número de vagas sobe para 2.508 oportunidades;
  • Novo Ministro da Justiça confirma concurso com 2 mil vagas para as carreiras policiais da PF.
  • Polícia Federal encaminha novo pedido de concurso ao Ministério da Economia;
  • ADPF afirma que constam 3 mil vagas para um novo concurso Polícia Federal;
  • Polícia Federal nega informação e diz que pedido é para 1.508 vagas; 
  • ADPF diz que a PF necessita de mais de 4 mil servidores de forma imediata; 
  • Vagas contemplam cargos da carreira policial e administrativa;
  •  Lei organiza a estrutura na PF e transforma 281 cargos em comissão em funções comissionadas; 
  • Curso Polícia Federal
  • E-book Polícia Federal
  • Concursos Policiais
  • Mentoria Risco Zero PRF – Sua aprovação ou o seu dinheiro de volta!

banner concursos pf prf risco zero

Edital até Dezembro

O edital do novo concurso Polícia Federal pode ser publicado até o final de 2020. A informação foi dada nesta quinta-feira, 6 de agosto, pelo diretor-geral da PF, e noticiada em primeira mão pela Zero Um Concursos. A informação foi dada em uma live no YouTube (vídeo a seguir).

Ainda na semana passada o gestor da pasta informou que o número de vagas para as carreiras policiais da PF dobrou. Um pedido enviado ao Ministério da Economia solicita 2.508 vagas, sendo 2 mil para carreiras policiais e 508 para cargos do administrativo.

A solicitação é resultado da necessidade constante de Policiais Federais em atuação. O documento enviado ao ME inicialmente indicava 1.000 oportunidades para as carreiras policiais. Porém, o número foi atualizado para o dobro de oportunidades.

A informação já havia sido divulgada pelo Ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, na semana passada. O próprio presidente da República, Jair Bolsonaro, confirmou a solicitação através de um post no Twitter.

concurso policia federal jair bolsonaro

“A pedido do próprio diretor-geral da Polícia Federal, Rolando Alexandre, nós conversamos com o ministro André (ministro da Justiça e Segurança Pública) conversamos com o Paulo Guedes (ministro da Economia) e foi autorizado então a abertura de concurso para 2.000 policiais federais”, revelou Jair Bolsonaro.

Live de anúncio do edital da PF para 2020

Perguntas frequentes!

  • Por que um novo edital para a PF pode ser publicado em breve?
  • Quando sai o edital para o concurso Polícia Federal?
  • Quais cargos e quantas vagas constam no pedido feito ao ME?
  • O que faz um Agente da Polícia Federal?
  • O que faz um Escrivão da Polícia Federal?
  • Qual o papel do delegado da Polícia Federal?
  • Como é o dia a dia de um Perito Criminal da PF?
  • Qual a remuneração do Policial Federal?
  • Quais os requisitos para se tornar um Policial Federal?
  • Quais são as etapas do concurso Polícia Federal?
  • Como é a prova do concurso da Polícia Fedreal?
  • Quantos pontos precisa para ser aprovado na Polícia Federal?
  • O que cai na prova do concurso Polícia Federal?
  • Quando foi o último concurso PF?

Por que um novo edital para a PF pode ser publicado?

Ainda que o último concurso da Polícia Federal tenha sido realizado no ano passado, a corporação necessita de constante reposição de pessoal. Prova disso foi o número de nomeações autorizadas no edital do último concurso da PF.

O edital em 2018 ofertou 500 vagas, mas a autorização previa 1.047 nomeações. O envio de um novo pedido de concurso ao Ministério da Economia acende um alerta de que vai ter edital na área em breve.

Uma nova oportunidade também para os muitos candidatos que participaram da última seleção e não obtiveram êxito. Foram quase 150 mil inscritos para as 500 vagas. Você também não pode deixar a próxima oportunidade passar.

Para saber como chegar ao posto de Policial Federal, quais os requisitos de ingresso à carreira, remuneração, benefícios e etapas de todo o processo seletivo, acompanhe as informações neste artigo.

Quando sai o edital para o concurso Polícia Federal?

A informação mais atual apurada pela equipe de jornalismo da Zero Um Concursos indica que o Departamento de Polícia Federal realizou uma solicitação ao Ministério da Economia para que um novo concurso para a PF seja realizado.

O presidente da Associação dos Delegados da Polícia Federal – ADPF, Edvandir Paiva, chegou a mencionar que constam 3 mil vagas na solicitação. Porém, a própria Polícia Federal confirmou que o pedido enviado ao ME é para a oferta de 1.508 vagas.

Recentemente, o novo ministro da Justiça anunciou em entrevista a realização de concurso para 2 mil novas vagas para as carreiras policias da Polícia Federal. Dessa forma, o próximo concurso PF, se autorizado, deve ofertar 2.508 oportunidades.

Dessas, 2 mil para os cargos da área policial (Agente, Escrivão, Delegado, Perito, Papiloscopista e Investigador) e 508 para Agente Administrativo da PF.

A Polícia Federal, inclusive, divulgou a distribuição das vagas entre os cargos. O pedido agora segue para análise do Ministério da Economia. A confirmação de que a Polícia Federal realizou um novo pedido de concurso para mais 1 mil vagas até pode surpreender alguns concurseiros.

Afinal, o último certame segue na etapa do Curso de Formação, que inclusive foi retomado depois de suspenso por conta da pandemia. Mas essa é uma prática comum entre os órgãos do executivo federal.

As instituições enviam à pasta a previsão de gastos para serem incluídas no orçamento do ano seguinte. Cabe agora ao Ministério da Economia, em conjunto com a DPF, avaliar a viabilidade da realização de um novo concurso e o gasto com a contratação de pessoal.

Atualmente, o quadro da Polícia Federal se encontra com um total de 14 mil vagas em aberto para recomposição.

Quais cargos e quantas vagas constam no pedido?

Carreira policial

  • Delegado – 100 vagas
  • Agente – 540 vagas
  • Escrivão – 300 vagas
  • Papiloscopista – 60 vagas

Carreira administrativa

  • Agente Administrativo – 349 vagas
  • Médico – 65 vagas
  • Administrador – 21 vagas
  • Técnico em assuntos educacionais – 13 vagas
  • Odontólogo – 11 vagas
  • Assistente Social – 10 vagas
  • Técnico em Comunicação Social – 3 vagas
  • Contador – 9 vagas
  • Arquivista – 8 vagas
  • Psicólogo – 5 vagas
  • Estatístico – 4 vagas
  • Economista – 3 vagas
  • Enfermeiro – 3 vagas
  • Engenheiro – 1 vaga
  • Farmacêutico – 1 vaga
  • Nutricionista – 1 vaga
  • Bibliotecário – 1 vagas

MP organiza estrutura e cargos são criados na PF

No dia 25 de maio de 2020, o Senado aprovou a medida provisória 918/2020 que reestruturou a Polícia Federal. Transformada na lei 14.003/2020, o texto transformou cargos comissionados em funções comissionadas.

A diferença é que as funções comissionadas só podem ser assumidas por servidores efetivos. De acordo com o texto da lei, 281 cargos em comissão foram transformados para 338 funções comissionadas e em 6 funções gratificadas.

O que faz um Agente da Polícia Federal?

Depois de aprovado em todas as etapas do concurso Polícia Federal, PF, e nomeado ao cago, cabe ao Agente da Polícia Federal investigar atos ou fatos que caracterizem ou possam caracterizar infrações penais, observada a competência da Polícia Federal; proceder à busca de dados necessários.

É papel do Agente da PF executar todas as tarefas necessárias à identificação, ao arquivamento, à recuperação, à produção e ao preparo dos documentos de informações; executar todas as atividades necessárias à prevenção e repressão de ilícitos penais da competência da Polícia Federal.

Entre as atividades do Agente, estão ainda em conduzir veículos automotores, embarcações e aeronaves; auxiliar a autoridade policial em todos os atos de investigação, cumprir medidas de segurança orgânica; desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem 4 atribuídas.

O que faz um Escrivão da Polícia Federal?

Entre as atividades atribuídas ao cargo de escrivão está em dar cumprimento às formalidades processuais, lavrar termos, autos e mandados, observando os prazos necessários ao preparo, à ultimação e à remessa de procedimentos policiais de investigação.

Sua função está ainda em atuar nos procedimentos policiais de investigação, acompanhar a autoridade policial, sempre que determinado, em diligências policiais; responsabilizar-se pelo valor das fianças recebidas e pelos objetos de apreensão.

O escrivão da PF também conduz veículos automotores; cumprir medidas de segurança orgânica; atuar nos procedimentos policiais de investigação; desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

concurso policia federal

Qual o papel do delegado da Polícia Federal?

Cabe ao delegado da Polícia Federal instaurar e presidir procedimentos policiais de investigação; orientar e comandar a execução de investigações relacionadas com a prevenção e repressão de ilícitos penais.

Além disso, é função do delegado da PF participar do planejamento de operações de segurança e investigações; supervisionar e executar missões de caráter sigiloso; participar da execução das medidas de segurança orgânica, bem como desempenhar outras atividades, semelhantes ou destinadas a apoiar o órgão na consecução dos seus fins.

Como é o dia a dia de um Perito Criminal da PF?

O Perito Criminal realizar exames periciais em locais de infração penal; realizar exames em instrumentos utilizados, ou presumivelmente utilizados na prática de infrações penais; proceder pesquisas de interesse do serviço.

Cabe ainda coletar dados e informações necessários à complementação dos exames periciais; participar da execução das medidas de segurança orgânica e zelar pelo cumprimento delas; desempenhar outras atividades que visem apoiar técnica e administrativamente as metas da Instituição Policial, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

Remuneração na Polícia Federal

Quanto ganha um Delegado da Polícia Federal?

  • Remuneração Inicial: R$ 23.692,74
  • Remuneração Final: R$ 30.936,91

Quanto ganha um Perito da Polícia Federal?

  • Remuneração Inicial: R$ 23.692,74
  • Remuneração Final: R$ 30.936,91

Quanto ganha um Agente da Polícia Federal?

  • Remuneração Inicial: R$12.522,50
  • Remuneração Final: R$18.651,79

Quanto ganha um Escrivão da Polícia Federal?

  • Remuneração Inicial: R$12.522,50
  • Remuneração Final: R$18.651,79

Quanto ganha um Papiloscopista da Polícia Federal?

  • Remuneração Inicial: R$12.522,50
  • Remuneração Final: R$18.651,79

Quanto ganha um Agente Administrativo da Polícia Federal?

  • Remuneração Inicial: R$4.746,16
  • Remuneração Final: R$5.298,82

Quais os requisitos para os cargos da Polícia Federal?

Além de ser aprovado em todas as etapas do concurso Polícia Federal, o candidato precisa ter Carteira Nacional de Habilitação, categoria “B”, no mínimo. É necessário, ainda ter idade mínima de 18 anos completos na data de matrícula no Curso de Formação Profissional.

Agente da Polícia Federal

Para se tornar um Agente da Polícia Federal, você precisa ter formação em Nível Superior em qualquer área. Com salário de R$ 11.983,26, a jornada de trabalho do Agente da PF é de 40 horas semanais em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva.

Escrivão da Polícia Federal

Já para se tornar um Escrivão da PF, o candidato precisa ter formação em Nível Superior em qualquer área de atuação. O salário inicial da carreira é de R$ 11.983,26 com jornada de trabalho de 40 horas semanais em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva.

Delegado da PF

Para se tornar um delegado da Polícia Federal o candidato precisa ter formação em Nível Superior, no curso de bacharel em Direito. Além disso, o candidato aprovado em todas as etapas precisa apresentar comprovação de três anos de atividade jurídica ou policial.

A remuneração bruta, inicial, é de R$ 22.672,48 com 40 horas semanais em regime de tempo integral e dedicação exclusiva.

Ter 3 (três) anos de atividade jurídica ou policial, para ingresso no cargo de Delegado de Polícia Federal. Considera-se atividade jurídica, para fins de ingresso no cargo de Delegado de Polícia Federal:

  1. a exercida com exclusividade por bacharel em Direito;
  2. o efetivo exercício de advocacia, inclusive voluntária, com a participação anual mínima em 5 atos privativos de advogado em causas ou questões distintas, conforme o Estatuto da Advocacia;
  3. o exercício de cargo, emprego ou função, inclusive de magistério superior, que exija a utilização preponderante de conhecimentos jurídicos.
  4. o exercício de função de conciliador em tribunais judiciais, juizados especiais, varas especiais, anexos de juizados especiais ou de varas judiciais, assim como o exercício de mediação ou de arbitragem na composição de litígios, pelo período mínimo de 16 horas mensais e durante 1 ano.

Perito Criminal da PF

Se você sonha com a carreira de Perito Criminal, então é necessário que você tenha formação em Nível Superior no curso específico da área criminal que você vai se candidatar. No último concurso da Polícia Federal, por exemplo, foram ofertadas vagas para as áreas de:

  • Ciências Econômicas;
  • Engenharias;
  • Ciência da Computação;
  • Geologia;
  • Medicina;
  • Farmácia.

O salário bruto inicial do cargo de perito, conforme o último edital, é de R$ 22.672,48 com 40 horas semanais em regime de tempo integral e dedicação exclusiva.

Papiloscopista da Polícia Federal

Ao cargo de Papiloscopista é necessário, também, que o candidato tenha formação em Nível Superior em qualquer área de atuação. O salário também é de R$ 11.983,26 com jornada de trabalho de 40 horas semanais em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva.

Quais são as etapas do concurso PF?

  1. Prova Objetiva
  2. Prova Discursiva
  3. Exame de Aptidão Física
  4. Prova Oral
  5. Prova Prática (para Escrivão)
  6. Avaliação Médica
  7. Avaliação Psicológica
  8. Avaliação de Títulos (para Delegado e Perito)

Como é a prova do concurso Polícia Federal?

De caráter eliminatório e classificatório, os inscritos no concurso PF são submetidos a uma etapa inicial que visa avaliar os conhecimentos dos candidatos. Seguindo o exemplo do último concurso, as próximas provas podem ser compostas de 120 questões para serem julgadas como CERTO ou ERRADO.

Como avaliação, o Cebraspe pontua as respostas dos candidatos na seguinte forma: a nota em cada item da(s) prova(s) objetiva(s), feita com base nas marcações da folha de respostas, será igual a:

  • 1,00 ponto, caso a resposta do candidato esteja em concordância com o gabarito oficial definitivo da(s) prova(s);
  • 1,00 ponto negativo, caso a resposta do candidato esteja em discordância com o gabarito oficial definitivo da(s) prova(s);
  • 0,00, caso não haja marcação ou haja marcação dupla (C e E).

A nota em cada prova objetiva será igual à soma das notas obtidas em todos os itens que a compõem.

Quantos pontos precisa para ser aprovado na Polícia Federal?

Se no próximo concurso da Polícia Federal o julgamento da prova for o mesmo no último concurso, será reprovado na prova objetiva e eliminado do concurso, o candidato aos cargos de Agente, Escrivão e Papiloscopista que:

  • obtiver nota inferior a 6,00 pontos no bloco I da prova objetiva (P1);
  • obtiver nota inferior a 3,00 pontos no bloco II da prova objetiva (P1);
  • obtiver nota inferior a 2,00 pontos no bloco III da prova objetiva (P1);
  • obtiver nota inferior a 48,00 pontos no conjunto dos três blocos da prova objetiva.

No caso dos candidatos ao cargo de Perito Criminal, será reprovado o candidato que:

  • obtiver nota inferior a 10,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Básicos (P1);
  • obtiver nota inferior a 21,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Específicos (P2);
  • obtiver nota inferior a 48,00 pontos no conjunto das provas objetivas.

Para ser aprovado no cargo de Delegado, o candidato precisará obter nova igual ou superior a 48 pontos.

O que cai na prova do concurso da Polícia Federal?

Lembrando que a lista de disciplinas e o julgamento das provas levam em conta as regras estabelecidas no edital do último concurso. Levamos em conta a ideia de que a seleção deva seguir a mesma linha de raciocínio.

Prova de Agente, Escrivão e Papiloscopista

Bloco I da prova. Nestas disciplinas, é preciso fazer, no mínimo, 6,0 pontos para ser aprovado. Esta parte da prova é composta de 60 questões.

  • Língua Portuguesa
  • Noções de Direito Administrativo
  • Noções de Direito Constitucional
  • Noções de Direito Penal
  • Noções de Direito Processual Penal
  • Legislação Especial
  • Estatística
  • Raciocínio Lógico

Bloco II da prova. Neste grupo de questões, composto por 36 questões, o candidato precisa fazer no mínimo 3,0 pontos para ser aprovado e ter a prova discursiva corrigida.

  • Informática

Bloco III da prova. Já nesta seção da prova, os candidatos terão que responder a 24 questões e fazer nota mínima de 2,0 pontos para ser aprovado.

  • Contabilidade

Além disso, nos três blocos, o candidato precisará fazer 48 pontos para passar para a próxima fase do certame.

Prova de Escrivão

Nas disciplinas do bloco I, da prova de Escrivão, é preciso fazer, no mínimo, 6,0 pontos para ser aprovado. Esta parte da prova é composta de 60 questões.

  • Língua Portuguesa
  • Noções de Direito Administrativo
  • Noções de Direito Constitucional
  • Noções de Direito Penal
  • Noções de Direito Processual Penal
  • Legislação Especial
  • Estatística
  • Raciocínio Lógico

No bloco II da prova do cargo de Escrivão, os candidatos terão que responder a uma prova composta de 36 questões. E para ser aprovado, o candidato precisará fazer no mínimo 3,0 pontos para ser aprovado e ter a prova discursiva corrigida.

  • Informática

No último bloco, o Bloco III, a prova de Escrivão será composta de 24 questões e a nota mínima para não ser reprovado é de 2,0 pontos.

  • Contabilidade Geral
  • Arquivologia

Prova de Papiloscopista

Para a prova do cargo de Papiloscopista, é preciso fazer, no mínimo, 6,0 pontos para ser aprovado. No bloco I, a prova é composta de 60 questões.

  • Língua Portuguesa
  • Noções de Direito Administrativo
  • Noções de Direito Constitucional
  • Noções de Direito Penal
  • Noções de Direito Processual Penal
  • Legislação Especial
  • Estatística
  • Raciocínio Lógico

Neste grupo de questões, composto por 36 questões, o candidato precisa fazer no mínimo 3,0 pontos para ser aprovado e ter a prova discursiva corrigida.

  • Informática

Bloco III da prova. Já nesta seção da prova, os candidatos terão que responder a 24 questões e fazer nota mínima de 2,0 pontos para ser aprovado.

  • Arquivologia
  • Biologia
  • Física

Prova de Perito

  • Língua Portuguesa
  • Informática
  • Noções de Direito Administrativo
  • Noções de Direito Constitucional
  • Noções de Direito Penal
  • Noções de Direito Processual Penal
  • Legislação Especial
  • Raciocínio Lógico
  • Conhecimentos Específicos da área de formação

Prova de Delegado

  • Direito Administrativo
  • Direito Constitucional
  • Direito Civil
  • Direito Processual Civil
  • Direito Empresarial
  • Direito Internacional Público e Cooperação Internacional
  • Direito Penal
  • Direito Processual Penal
  • Criminologia
  • Direito Previdenciário
  • Direito Financeiro e Tributário

Como é o TAF do concurso da Polícia Federal?

Como bem sabemos, em todos os concursos concurso da área policial os candidatos são submetidos ao Teste de Aptidão Física. De caráter unicamente eliminatório, o TAF visa avaliar a capacidade do candidato, com deficiência ou não.

Os candidatos aptos no exame que provarem suportar, física e organicamente, as exigências do ensino das atividades policiais a que será submetido durante o Curso de Formação Profissional, são convocados para a próxima fase.

Será considerado apto no exame de aptidão física o candidato que, submetido a todos os testes, obtiver o desempenho mínimo de 2,00 pontos em cada teste e o somatório mínimo de 12,00 pontos no conjunto dos testes.

Quais são os testes do TAF da Polícia Federal?

  • teste em barra fixa;
  • teste de impulsão horizontal;
  • teste de natação (50 metros); e
  • teste de corrida de 12 minutos.

Últimos concurso Polícia Federal

Realizado em 2018 sob a organização do Cebraspe (antigo Cespe/UnB), o último concurso Polícia Federal ofertou 500 vagas para as carreiras policiais. As vagas foram distribuídas no edital da seguinte forma:

  • Agente – 180 vagas
  • Delegado – 150 vagas
  • Escrivão – 80 vagas
  • Perito – 60 vagas
  • Papiloscopista – 30 vagas

concurso policia federal inscritos

A banca escolhida para organizar o concurso foi o Cebraspe (antigo Cespe/UnB). Foram aplicadas provas objetiva, discursiva, exame de aptidão física, prova prática de digitação, avaliação médica, avaliação psicológica, avaliação de títulos, prova oral, investigação social e curso de formação.

Na área administrativa, o último edital é de 2013, quando foram oferecidas 566 vagas em cargos dos níveis médio e superior da área administrativa. Este concurso perdeu a validade em 2 de junho de 2018. Para o nível superior, as chances foram todas para o DF, nos cargos de engenheiro, assistente social, contador, administrador, psicólogo e arquivista.

Detalhes Concurso Polícia Federal

  • Concurso Polícia Federal
  • Banca organizadora: a definir
  • Cargos: Área administrativa; policial 
  • Escolaridade: nível médio e superior
  • Número de vagas: 3 mil vagas solicitadas
  • Remuneração: até R$ 12 mil
  • Situação: PEDIDO SOLICITADO AO ME
  • Previsão do edital: 2021/2022
  • Edital Agente Administrativo
  • Edital Polícia Federal

Estudando para concursos das carreiras policiais? Comece a sua preparação hoje mesmo com quem conta com uma metodologia diferenciada e aprovou os primeiros colocados no concurso policial mais concorrido do país: a Polícia do Senado! 

DETALHES SOBRE O CONCURSO

Instituição: Polícia Federal
Banca organizadora: a definir
Cargos: Delegado, Escrivão, Papiloscopista e Agente
Escolaridade: Nível Superior
Nº de vagas: a definir
Remuneração: a partir de R$ 12 mil
Situação: AUTORIZADO
Previsão edital: 2020
CURSO PF

Baixe os Editais anteriores
Edital Agente Administrativo
Edital área Policial