Saiba o que precisa para ser policial civil – Veja os requisitos

Também chamada de polícia judiciária, a Polícia Civil tem como principal função investigar fatos delituosos na busca de provas, indícios e outros dados que auxiliem na solução de um crime. Dessa forma, a atuação do Policial Civil se dá após o acontecimento de um crime, seja ele de qual for a natureza. Mas você sabe o que precisa para ser policial civil?

Se você chegou até aqui é porque em algum momento despertou oum interesse em se tornar um policial civil. Saiba que, antes de ingressar na carreira, você terá que enfrentar um concurso público e preencher alguns requisitos mínimos como idade e escolaridade. Acompanhe este artigo e saiba como ingressar na carreira da Polícia Civil.

Antes de mais nada é preciso que você tenha ciência de qual carreira seguir. A Polícia Civil conta com uma série de cargos que atuam de forma diferente nas delegacias. Entre os cargos estão as posições de Delegado, Escrivão, Agente, Investigador, Papiloscopista e ainda cargos da Perícia Criminal, como Perito, Legista, Médico e profissionais da necropsia.

Saiba agora os requisitos e o que precisa para ser policial civil.

Requisitos mínimos para ser policial civil

Para ser um policial civil, você precisará, no mínimo, ser aprovado no concurso público, ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo Estatuto de Igualdade entre Brasileiros e Portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos.

Além disso, é necessário estar em gozo dos direitos políticos, estar quite com as obrigações militares, em caso de candidato do sexo masculino, estar quite com as obrigações eleitorais e ter idade mínima de 18 anos completos na data da posse. Entre outros requisitos, é necessário que o candidato tenha, ainda:

  • aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo.
  • Carteira Nacional de Habilitação, categoria “B” ou superior em plena validade.
  • os requisitos psicológicos compatíveis com as atribuições do cargo, nos termos do Decreto Federal nº 7.308, de 22 de setembro de 2010, apurados na fase de avaliação psicológica.
  • conduta irrepreensível e idoneidade moral inatacável, as quais serão apuradas por meio de sindicância de vida pregressa e investigação social.

O candidato que sonha com a carreira na Polícia Civil não pode estar cumprindo ou não ter cumprido sanção criminal, nem estar cumprindo ou não ter cumprido sanção administrativa ou por improbidade, aplicada pelo Poder Judiciário ou pela Administração Pública Federal, Distrital, Estadual ou Municipal.

É preciso observar, ainda, qual a formação exigida para que o candidato exerça o cargo. Normalmente, na Polícia Civil, os profissionais dos cargos de Agente, Escrivão e Investigador, por exemplo, precisam ter formação em Nível Superior em qualquer área. Ao contrário dos cargos de Delegado, Perito e Legista, que necessitam de formação específica para a área.

Quais são os cargos e funções da Polícia Civil?

Entre os cargos que constam na Polícia Civil estão:

  • Delegado: responsável pelas delegacias e todas as ocorrências policiais registradas em sua área de competência. Sua função é investigar e reprimir a criminalidade, além de lidar com o atendimento ao público que procura a delegacia.
  • Escrivão: desempenhar as atividades previstas na Lei Federal nº 4.878/1965, tais como atividade de nível superior com atribuições relativas ao cumprimento das formalidades legais de polícia judiciária necessárias aos inquéritos, termos circunstanciados, sindicâncias, processo administrativo disciplinar e demais serviços cartorários de apoio à autoridade policial, além de outras atribuições inerentes ao cargo, previstas em legislação específica.
  • Agente: realizar atividade de nível superior, envolvendo investigar atos ou fatos que caracterizem ou possam caracterizar infrações penais; assistir a autoridade policial no cumprimento das atividades de polícia judiciária; coordenar ou executar operações de natureza policial ou de interesse de segurança pública; executar intimações, notificações ou quaisquer outras atividades julgadas necessárias ao esclarecimento de atos ou fatos sob investigações; dirigir veículos automotores em serviços, ações e operações policiais; executar demais serviços de apoio à autoridade policial
  • Perito Criminal: realizar exames periciais em locais de infração penal; realizar exames em instrumentos utilizados, ou presumivelmente utilizados na prática de infrações penais; proceder pesquisas de interesse do serviço, entre outras funções.
  • Investigador: realizar diligências investigatórias e de policiamento preventivo especializado; cumprir requisições escritas ou verbais atinentes ao trabalho de polícia judiciária, emanadas pela Autoridade Policial; cumprir mandados; elaborar documentos de polícia judiciária e relatórios circunstanciais; escoltar presos; entre outros.

Está considerando em estudar e se tornar um Policial Civil do seu estado. Então comece a sua preparação hoje mesmo com quem conta com uma metodologia diferenciada e aprovou os primeiros colocados no concurso policial mais concorrido do país: a Polícia do Senado!