Resumo das Notícias de 21 a 27 de Setembro

E aí pessoal,

Aqui é o professor Leandro Muniz, professor de Atualidades da Zero Um Concursos. Produzi esse artigo com as notícias que movimentaram o Brasil e o mundo entre os dias 21 a 28 de setembro. Tem muita coisa aqui que pode aparecer na prova do seu concurso, confiram!

Política

STF recebe pedido da PGR para pôr fim aos salários de ex-governadores

Texto para a questão 01:
No dia 18 de setembro, a PGR entrou com pedido no STF para que ex-governadores deixem de receber salários vitalícios ou por um tempo determinado, já que ocupavam cargos eletivos e não prestam mais qualquer tipo de serviço à administração pública.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) entrou com uma série de ações, as chamadas ADPF (Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental) no STF para derrubar tais pensões. A ADPF contesta atos dos poderes públicos.

É interessante notar que ex-Presidentes da República não têm direito a pensões vitalícias ou por um tempo determinado. Essas benesses desapareceram para ex-Presidentes com a Constituição Federal de 1988, mas, no que se refere aos estados, esses benefícios foram mantidos, no momento em que foram incluídos em leis ou constituições estaduais.

Vale destacar que o projeto de Reforma Administrativa não inclui em suas regras mudanças para cargos eletivos, como parlamentares e governadores.

Internacional

80% dos deslocados no mundo perderam seus empregos e renda com a pandemia

Texto para as questões 02 e 03:
Pesquisa do Conselho Norueguês de Refugiados (CNR) aponta que 77% de deslocados em conflitos perderam seus empregos e renda desde o início da pandemia de coronavírus. A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) aponta que 79,5 milhões de pessoas no mundo foram deslocadas, ou seja, 1% da população mundial. Entre os entrevistados 77% afirmaram que tiveram que reduzir o número de refeições diárias em casa e 73% afirmaram que dificilmente mandariam seus filhos à escola devido à problemas financeiros.

Economia

IBGE afirma que o desemprego aumentou 27,6% em quatro meses de pandemia

Texto para a questão 04:
Em quatro meses de pandemia o desemprego no Brasil aumentou 27,6%. Enquanto que em maio a população sem ocupação no Brasil era de 10,1 milhões, em agosto esse número passou para 12,9 milhões. A taxa de desocupação no Brasil subiu 13,1% para 13,6% em comparação com julho. A região Sul foi a única a apresentar queda no número de desempregados, enquanto a região Norte e Nordeste foram as que mais sofreram com a crise.

Governo federal R$ 10 bilhões para micro e pequeno empresários

Texto para as questões 05:
No dia 24 de setembro, o governo federal publicou Medida Provisória (MP) que autoriza a abertura de crédito extraordinário para Microempreendedores Individuais (MEIs) e empresas de pequeno porte por meio do Programa Emergencial de Acesso a Crédito (Peac-Maquininhas). Ambos receberão o benefício de R$ 10 bilhões para a concessão de empréstimos. 

A Peac-Marquinhas usará como fonte de recursos os valores a receber de vendas feitas por meios das máquinas de cartões. O programa foi aprovado em julho no Congresso e sancionado em agosto pelo presidente Bolsonaro e tem como objetivo diminuir os efeitos econômicos negativos causados pela pandemia de covid-19.

Meio Ambiente

Áreas de biomas do Brasil caem 8,34% entre 2000 e 2018

Texto para as questões 06, 07 e 08:
Os seis biomas brasileiros entre 2000 e 2018 – a Amazônia, a Caatinga, o Cerrado, o Pantanal, a Mata Atlântica e o Pampa – perderam uma área de 489.877 km² em números absolutos. Isso representa 8,34% menos de área. A notícia boa foi que houve uma redução no ritmo da perda área em 8,34%. A Mata Atlântica foi o bioma que teve a maior desaceleração no que se refere ao ritmo de área desmatada.

Entre 2000 e 2010, a perda foi de 2000 e 2010, para menos de 577 km2, entre 2016 e 2018. Apesar disso, a Mata Atlântica, bioma de mais antiga e intensa ocupação, conserva apenas 16,6% de sua área original, sendo o menor percentual entre os biomas. A Amazônia e o Cerrado concentraram foram os biomas que mais perderam em termos absolutos suas áreas naturais. A maior perda foi do bioma amazônico (269,8 mil km²), seguido pelo Cerrado (152,7 mil km²).

As menores quedas de áreas naturais, tanto em termos absolutos (2.109 km²) quanto percentuais (1,6%), foram do bioma pantaneiro. A maior perda percentual ocorreu no Pampa, onde 16,8% de sua área natural, de 2000 a 2018, foram convertidos em usos antrópicos, o que quer dizer que a ação humana, com suas atividades sociais, econômicas e culturais impactou o meio ambiente.

Comércio Exterior

Primeira carga de melão é exportada pelo Brasil para a China

Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Texto para as questões 09 e 10:
A China recebeu nesta sexta-feira (18) o primeiro embarque de melões brasileiros após acordo bilateral firmado entre os países. Cerca de três toneladas e meia de melão pele de sapo, da região de Mossoró (RN), desembarcaram no Aeroporto de Xangai.

O acordo que viabilizou a exportação do melão brasileiro para a China foi firmado em novembro de 2019, durante reunião bilateral entre os presidentes Jair Bolsonaro e Xi Jinping, na XI Cúpula do Brics, em Brasília, com a presença da ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento). Com a chegada da primeira carga da fruta ao território chinês, a ministra destaca a importância da abertura desse mercado, já que o país asiático é o maior produtor e consumidor de melão. “É um marco importante para o Brasil. É a primeira fruta fresca importada pela China e o primeiro país do mundo a exportar melão para China”, disse.

Os chineses consomem cerca de metade da produção mundial. Em 2017, foram 17 milhões de toneladas. A Secretaria de Defesa Agropecuária do Mapa ressalta que a certificação fitossanitária da China, negociada por longo tempo, é uma garantia de que o melão brasileiro está livre de pragas e passa por rígidas vistorias. Em janeiro, técnicos da Administração Geral de Aduana da China (GACC, órgão responsável pela sanidade vegetal e animal) inspecionaram fazendas produtoras de melão no Rio Grande do Norte e no Ceará.

Os dois estados são os maiores produtores da fruta. Depois da inspeção, o órgão chinês autorizou importação do melão da empresa Bollo Brasil, do grupo Bollo International Fruits. A empresa é uma das maiores exportadoras de melão do Brasil. O melão embarcado foi vistoriado pelas equipes do Mapa na própria fazenda. Uma das medidas para confirmar que todo o processo foi feito inhouse e com a vistoria do fiscal habilitado pelo governo chinês foi o uso de lacre do Ministério na embalagem da fruta.

A Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas), que também participou das negociações para a abertura do mercado, informou que irá apoiar os produtores nas questões logísticas para ampliar as vendas aos chineses, além de destacar que a produção de melão é uma atividade com grande potencial de geração de empregos. Em 2019, o Brasil exportou melão para diversos países, foram mais de 251 mil toneladas.

Com a abertura do mercado chinês, os produtores esperam dobrar as vendas externas, conquistando no mínimo 1% do mercado da China. Uma das vantagens é que a safra brasileira coincide com a entressafra de melão na China.

QUESTÕES COM GABARITO E COMENTÁRIOS

Questão 01

A Procuradoria Geral da República (PRG) entrou com processo no Supremo Tribunal Federal (STF) em defesa da manutenção dos pagamentos de pensões vitalícias a ex-governadores de todos os estados da Federação.

Gabarito: Errado
Comentário: a PGR entrou com ação no STF pedindo o fim do pagamento de pensões vitalícias a ex-governadores de todos os estados da Federação. Um dos argumentos utilizados pela PGR é que ex-governadores não prestam qualquer tipo de serviço público, já que não mais ocupam o cargo para o qual tinham sido eleitos no passado.

Questão 02

A pandemia de coronavírus tem se mostrado como um grande problema para a economia mundial. Entre suas consequências pode-se afirmar que milhões de pessoas perderam seus empregos e renda em consequência da Covid-19.

Gabarito: C
Comentário: A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) aponta que 79,5 milhões de pessoas no mundo foram deslocadas, ou seja, 1% da população mundial. Entre os entrevistados 77% afirmaram que tiveram que reduzir o número de refeições diárias em casa e 73% afirmaram que dificilmente mandariam seus filhos à escola devido à problemas financeiros.

Questão 03

Milhões de pessoas são obrigadas a se deslocar todos os anos em consequências de conflitos internos e internacionais. Em pesquisa recente do Conselho Norueguês de Refugiados (CNR) que aproximadamente 77% dos entrevistados perderam empregos e renda devido à pandemia de coronavírus.

Gabarito: C
Comentário: Pesquisa do Conselho Norueguês de Refugiados (CNR) aponta que 77% de deslocados em conflitos perderam seus empregos e renda desde o início da pandemia de coronavírus.

Questão 04

Recentemente o IBGE publicou novos números sobre a taxa de ocupação da população brasileira. Os números apresentados pelo IBGE apontam que a região Sul foi a que apresentou o pior desempenho na taxa de ocupação, enquanto as regiões Norte e Nordeste foram as regiões que apresentaram as menores taxas de desocupação.

Gabarito: E
Comentário: as regiões Norte e Nordeste foram as regiões que apresentaram o pior desempenho em suas taxas de ocupação. O Sul foi a região que apresentou o melhor desempenho em sua taxa de ocupação.

Questão 05

Microempreendedores Individuais (MEIs) e empresas de pequeno porte receberão R$ 10 bilhões em concessões de empréstimos por meio do Programa Emergencial de Acesso a Crédito (Peac-Maquininhas). A medida provisória (MP) que autoriza a abertura do crédito extraordinário foi publicada hoje (24) no Diário Oficial da União.

Gabarito: C
Comentário: O governo federal liberou R$ 10 bilhões para a concessão de empréstimos para microempreendedores individuais (MEIs) e empresas de pequeno porte por meio do Programa Emergencial de Acesso a Crédito (Peac-Maquininhas). A medida provisória (MP) que autoriza a abertura do crédito extraordinário foi publicada hoje (24) no Diário Oficial da União.

Questão 06

Sobre os impactos sofridos pelos biomas brasileiros no período de 2000 a 2018, pode-se afirmar que: a Mata Atlântica foi o bioma que teve a maior desaceleração no que se refere ao ritmo de área desmatada.

Gabarito: C
Comentário: entre 2000 e 2010, a perda foi de 2000 e 2010, para menos de 577 km2, entre 2016 e 2018. Apesar disso, a Mata Atlântica, bioma de mais antiga e intensa ocupação, conserva apenas 16,6% de sua área original, sendo o menor percentual entre os biomas.

Questão 07

A Amazônia e o Cerrado concentraram foram os biomas que menos perderam em termos absolutos suas áreas naturais.

Gabarito: E
Comentário: A Amazônia e o Cerrado concentraram foram os biomas que mais perderam em termos absolutos suas áreas naturais. A maior perda foi do bioma amazônico (269,8 mil km²), seguido pelo Cerrado (152,7 mil km²).

Questão 08

Devido a ações antrópicas a maior perda percentual ocorreu no Bioma Pampa, onde 16,8% de sua área natural, de 2000 a 2018.

Gabarito: C
Comentário: a maior perda percentual ocorreu no Pampa, onde 16,8% de sua área natural, de 2000 a 2018, foram convertidos em usos antrópicos, o que quer dizer que a ação humana, com suas atividades sociais, econômicas e culturais impactou o meio ambiente.

Questão 09

A China recebeu o primeiro embarque de melões brasileiros após acordo bilateral firmado entre os países. Cerca de três toneladas e meia de melão pele de sapo, da região de Mossoró (RN), desembarcaram no Aeroporto de Xangai.

Gabarito: C
Comentário: esse carregamento de melões chegou no dia 18/09 à China.

Questão 10

O acordo que viabilizou a exportação do melão brasileiro para a China foi firmado em novembro de 2019, em acordo de livre comércio entre a China e o Brasil.

Gabarito: E
Comentário: o acordo que viabilizou a exportação do melão brasileiro para a China foi firmado em novembro de 2019, durante reunião bilateral entre os presidentes Jair Bolsonaro e Xi Jinping, na XI Cúpula do Brics, em Brasília. Não foi um acordo de livre comércio entre os dois países.

Comece a estudar agora!

A Zero Um Concursos possui cursos direcionados para sua aprovação, com professores altamente qualificados, consultorias online e aulas presenciais. Clique no botão abaixo e inicie agora mesmo sua preparação para ingresso na área policial. Aqui você tem a certeza do melhor negócio e garantia da aprovação para essa grande oportunidade.

compre aqui